‘Iracema via Iracema’ se apresenta no Sesc Pompéia

[]

Agrupamento Andar 7 e Trupe Sinhá Zózima realizam temporada da tragicomédia em um ônibus estacionado no Deck da unidade

A partir de hoje (11/1) quem passar pelo Sesc Pompéia (Rua Clélia, 93) poderá embarcar no ônibus da Trupe Sinhá Zózima para conhecer Iracema, a mulher que decidiu viver para sempre dentro do ônibus.

Com Luciana Ramin, como atriz criadora, levando Iracema para dentro do ônibus e encenação de Anderson Mauricio, o espetáculo é resultado do projeto de criação compartilhado entre o Agrupamento Andar 7 – criado por Luciana Ramin e Gabriel Diaz Regañon e que, desde 2008, desenvolve investigações e trabalhos em linguagens híbridas em teatro, fotografia, dança, artes plásticas, arte multimídia e cinema – e a Trupe Sinhá Zózima – que, desde 2007, pesquisa o ônibus urbano como espaço cênico, espaço de descentralização e democratização do acesso às artes.

Desde 2013, os dois núcleos artísticos inventam procedimentos de criação compartilhados: com 48 horas ininterruptas de investigação com o público no Satyrianas, em 2013; participação na mostra SESC Cariri-CEÁRA, em 2014; com quatro performances no Sesc Belenzinho, no evento “performáticos_inquietos_radicais”, em 2014. Além de encontros e vivências no projeto “De braços abertos na Cracolândia” e no espaço cultural Casa Amarela, em 2014, e a participação na programação da “II Mostra de teatro no ônibus” no Terminal Urbano Parque Dom Pedro II, em 2016. Procedimentos compartilhados de uma pesquisa profunda em relação a temática e as proposições estéticas que se consolidou com a estreia oficial e temporada do espetáculo “Iracema via Iracema”, em parceria com SP Escola de Teatro, e as apresentações durante o Festival Internacional de Teatro de São José do Rio Preto (FIT) em 2017.

Em um trânsito de linguagens entre o real e o ficcional, o teatro e a performance, a palavra e a imagem digital, a tragicomédia “Iracema via Iracema” parte do texto homônimo de Suzy Lins de Almeida, dramaturga e pesquisadora cearense, e conta a história de uma mulher de origem rural, semianalfabeta que, em um determinado momento de sua vida, escolhe viver para sempre dentro de um ônibus urbano que se desloca pelas ruas da cidade.

Com recursos como vídeo mapping e pintura digital sobre o corpo, elementos cada vez mais difundidos na arte urbana, como uma espécie de instalação cênica, o projeto se configura como uma composição cênica instalativa que de forma heterogênea mistura signos e materiais (visual, sonoro, gestual, sensorial) em contato com o público passante no espaço da urbe.

As apresentações do espetáculo ocorrem às quintas, sextas e sábados, às 21h e domingos às 18h30 até 4 de fevereiro. Conta com 24 lugares no ônibus que fica estacionado no Deck do Sesc Pompéia. Os ingressos custam  R$ 6 (credencial plena/trabalhador no comércio e serviços matriculado no Sesc e dependentes), R$ 10 (credenciado*/usuário inscrito no Sesc e dependentes, +60 anos, estudantes e professores da rede pública de ensino) e R$20 (inteira) e já estão à venda nas unidades Sesc ou pelo sistema online.

Iracema via Iracema
De 11 de janeiro a 04 de fevereiro de 2018. Quintas, sextas e sábados, às 21h. Domingos, às 18h30.
Local: Ônibus estacionado no Deck
Ingressos:
 R$ 6 (credencial plena/trabalhador no comércio e serviços matriculado no Sesc e dependentes), R$ 10 (credenciado*/usuário inscrito no Sesc e dependentes, +60 anos, estudantes e professores da rede pública de ensino) e R$20 (inteira).

Classificação indicativa: 16 anos.
Sesc Pompeia – Rua Clélia, 93.