Sinhá Zózima leva teatro aos terminais de ônibus

[]

De 4 de outubro até 7 de dezembro, sempre às 20h, a Trupe Sinhá Zózima, comemorando 10 anos de pesquisa contínua, apresenta três espetáculos teatrais de seu repertório em três terminais urbanos da cidade de São Paulo – Terminal Sacomã, Cidade Tiradentes e Parque Dom Pedro II.

“Cordel do amor sem fim” com dramaturgia de Claudia Barral e direção de Anderson Mauricio abre a programação no Terminal Sacomã (rua Dr. Audísio de Alencar, 201) nos dias 4 e 5/10, às 20h. O espetáculo, encenado no ônibus da Trupe e com entrada gratuita, narra estórias do universo interiorano. O ir e vir das águas do velho rio São Francisco envolve a vida dos personagens: Teresa, Antônio, Carminha, Madalena e José percorrem as margens do rio, tecendo um trajeto encantatório, como se movimentassem a própria vida no ônibus, onde a peça é encenada. Após a passagem pelo terminal Sacomã o espetáculo segue para os Terminais Cidade Tiradentes (Av. Sousa Ramos, s/n)  nos dia 9 e 11/10 e Terminal Parque Dom Pedro II (av. do Estado, s/n), 18 e 19/10.

O segundo espetáculo com entrada gratuita encenado no ônibus durante a mostra de repertório da Trupe é “Dentro é lugar longe”, com dramaturgia de Rudinei Borges e direção de Anderson Mauricio. No chão imenso, meninos narram o ir e vir da vida, do nascimento à morte, da peleja à conquista. Entre vindas e partidas, no ônibus em movimento onde é encenada a peça, são contadas histórias tantas. Num ato de valentia, são desveladas, com sagacidade poética invejável, memórias de dor e contentamento. A peça é apresentada no Terminal Sacomã nos dias 25 e 26/10, Terminal Cidade Tiradentes nos dias 30/10 e 1/11 e no Terminal Parque Dom Pedro II nos dias 8 e 9/11, sempre às 20h.

Encerrando a programação, o espetáculo “Os minutos que se vão com o tempo” com dramaturgia de Claudia Barral e direção de Anderson Mauricio. A peça é encenada em ônibus de linhas, custando o valor da passagem, partindo dos Terminais Sacomã (linha Moema – Terminal Sacomã 5103/10) nos dias 22 e 23/11, Terminal Cidade Tiradentes no dia 29/11 (linha Penha 407N/10) e 30/11 (linha Metrô Tatuapé 407P/10) e do Terminal Parque Dom Pedro II no dia 6/12 (linha Terminal Cidade Tiradentes 4313/10) e 7/12 (linha Estação de Transferência Itaquera 4310/10). E se cada minuto fosse uma semente, quantas florestas teríamos perdido? Embarcar rumo à casa, esse lugar dentro de si, é atravessar imensidões, internas e externas, imensidões marítimas, urbanas, íntimas e passageiras. O espetáculo é um caminho que se propõe a acompanhar os passageiros em seus variados destinos, que começa nos terminais antes do embarque e segue dentro do ônibus de linha no percurso de ida até outros terminais.

As apresentações integram o projeto “Semear_por uma arte do encontro sem fronteiras” contemplado pela 5ª Edição do Prêmio Zé Renato para a Cidade de São Paulo e conta com apoio institucional da SPTrans.